terça-feira, 30 de dezembro de 2008

2008 ao de leve

talvez o penúltimo post de 2008. um ano particular.
as contas serão feitas a seu tempo.
o mais importante: saio de cabeça bem erguida deste ano. assumi posições que não foram "politicamente" correctas. lutei pelos valores em que acredito. briguei.
disse não quando o mais fácil seria dizer sim.
não me verguei à inércia do deixa andar e depois logo se vê.
fui chato, sempre muito chato e melga, para atingir objectivos em que acredito e para seguir a minha intuição. para seguir a minha luta.
coloquei em causa o meu "status" profissional.
(como se contasse muito ... quando a caminhada do tartaruga chegar ao fim, essa é a história que menos contará).
mas vou deixar este ano de peito aberto e com respeito redobrado por mim próprio.
e isso ninguém me tira.
falei a verdade, a minha verdade, olhos nos olhos, com quem se me atravessou no caminho.
tive medo em algumas das vezes, não sou nenhum herói. mas depois de vários tropeções aqui estou.
afinal, há sempre o depois. que está a chegar.
as feridas ficam, vão sarar e podem falar por mim.
esse é o capital que carrego. o da entrega.

Como alguém escreveu:

"Brinda com o cálice das tuas lágrimas.
...
Segue sempre o norte das tuas crostas."

---

tentarei voltar amanhã.
caso não apareça desejo a todos um fantástico 2009.
ab

p.s. - e no dia 1 de janeiro vou recomeçar os treinos. não só o exercício, mas os treinos. há muitas corridas à minha espera.

2 comentários:

Jorge disse...

Caro amigo Antonio,
Desejo a vc e sua familia boas entradas com muita saude, paz e realizações em 2009 e que vc corra muitos KMs.
Um abraço.

JORGE CERQUEIRA
www.jmaratona.blogspot.com

Pedro Alves disse...

Olá,

e ainda tiveste agenda para este post em dia "santo".

Entra com o pedal direito... pé queria dizer...