quinta-feira, 26 de fevereiro de 2009

Conversa em ritmo de tartaruga - como faz sentido




hoje aproveitei o final do dia para mais um treino na canoagem e arredores.
o rodrigo teve kaykak e juntei o útil ao agradável. fiz 50 minutos certos.
esta semana está e vai correr bem, já lá vão 3 treinos e chegarei a 5. bom, muito bom, tendo em vista os desafios que se avizinham.

ia com 5 minutos e colou-se-me o paulo a.
cumprimentámo-nos e disse-me que lhe faltavam cerca de 15 minutos.
referi que havia começado há pouco e que ia correr devagar, pois ontem "dei-me" uma tareia na mata. agradeceu e lá seguimos.

e não é que o raio do ritmo foi mesmo baixinho, que ele também estava todo partido, e o treino em conjunto foi bastante agradável?

como é que explico ao mundo que treinar em conjunto só faz sentido quando os ritmos são idênticos, ou se tornam idênticos, pela cedência por parte do mais veloz :)?

e que treinar em conjunto só faz sentido se for devagar, para ter fôlego para conversar, pois treinar em conjunto e depressa, não me parece que dê para pôr a conversa em dia?

bom mas hoje, e olhando a minha cara e para o meu tom de voz, pouco assertivo, mais para o directivo e decidido, o paulo percebeu que para correr acompanhado tinha que seguir ao meu ritmo.
e creio que no final também agradeceu.
e eu agradeço ao paulo a boa companhia.

ab

3 comentários:

Fernando Andrade. disse...

Amigo António,
"- E como é que eu explico ao mundo que...?" é frase que merece ficar registada nos anais da blogosfera!
A grande verdade segundo a qual "treinar acompanhado tem que ser devagar" também tem que ficar registado.
E assim, grão a grão, vamos adquirindo conceitos que tanto nos enriquecem. Gostei muito deste post.
Grande abraço.
FA

Nadais disse...

assino em baixo fernando...

valeu!

nadais

Luciane disse...

Muito bom mesmo...treinar acompanhado tem que ser devagar. Se bem que muitas evzes aqui onde eu moro, acabao treinando com o pessoal do exército na praia e lá vão eles cantando e cantando ao longo de muitos e muitos quilômetros. Eu tentei fazer isso e confesso que adorei, muito embora tenho que deixar registrado que detesto correr acompanhada e conversar...rs...

abraços