sábado, 28 de junho de 2008

Calor e libertação

gosto de todas as estações. cada qual com a sua beleza. viva a diferença.
nos dias de calor como o de hoje bons "feelings": água, mergulhos, sol, chinelo no pé.
libertação. corpos em maior sintonia com a natureza.
talvez nos trópicos se seja efectivamente mais feliz.
talvez a natureza acerte as contas com os homens, por uma simples razão: andar mais despido, mais liberto, viver de forma mais simples.
porque a vida começa a perder a graça quando aumenta a seriedade.
quando o corpo está mais perto da natureza roçamos as origens.
talvez esteja aí o segredo.
afinal, todos os ciclos e círculos se fecham.
ab

2 comentários:

Nuno disse...

Amigo António,
mas por vezes, nos trópicos, a natureza não fica lá muito em sintonia com o ser humano. Ou será que é a natureza a queixar-se do mal que lhe provocamos?

um abraço
Nuno

Jaqueline Araujo disse...

Já fazia um tempão que não postava e hoje voltei! Queria pefir para vc marcar presença lá!
Teu Blog tá super!
Beijos