segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Semana 18/18

terminei a minha 2ª maratona.
a 1ª palavra é de agradecimento para todos os que me apoiaram ao longo do caminho, durante e após a prova, com as suas mensagens de incentivo e de amizade.
um agradecimento especial ao carlos f. e ao luis - companheiros de prova e de vício.
ao carlos um obrigado pela partilha do fim de semana, pela camaradagem. o carlos é uma pessoa impecável e um atleta determinado. obrigado amigo.
ao luis pelo apoio e pelo exemplo. grande pedal amigo, 3h11', galáctico.

o objectivo principal foi cumprido - terminar.
houve um outro que também foi - melhorar a marca da 1ª maratona. consegui fazer menos 5 minutos. terminei com 4h46'16''.
a ideia inicial de fazer entre 4h e 4h15m caíu por terra aos 32 km. até posso dizer que achava estar preparado e que seria possível. sim! mas ... deslumbrei-me e fui além dos limites muito cedo.
para uma média prevista de 5m40"/km, passei aos 5 km com 5m24"/km, aos 10 km com 5m32"/km e aos 21 km com 5m34" km.
paguei, ó se paguei caro, esta loucura. não me lembrei que à hora da partida, com a temperatura de ontem, costumo estar a terminar os treinos matinais e levo os treinos longos quase no fim. e é um pormenor importante!
o calor era muito, o sol a pique iluminava paisagem do douro, de sonho. um percurso lindo, lindo, uma prova deslumbrante na beleza do trajecto.
aos 32 km iniciei o maior sofrimento que já experimentei em prova.
cãibras de todas as maneiras e feitios. em simultâneo nos gémeos, nas coxas anteriores e posteriores, enfim... queria alongar de um lado, gemia do outro. caí no caricato de querer levantar a perna para alongar num rail da estrada e não conseguir ;-)
lá fui seguindo como pude. aos 39km, depois de me terem oferecido várias vezes uma bicicleta ;-), ganhei ânimo e lá segui correndo. fiz a última subida, ainda ultrapassei um companheiro também ele em grande sofrimento e terminei de mão dada como meu filhote mais novo, o andré.



vivi esta maratona, em todo o percurso, de uma forma total, mas é claro que este foi "o momento". os meus filhos ajudaram-me a terminar, um mais longe o outro de mão dada comigo a puxar-me (é o que dá correr lado a lado com a genica dos 8 anos ;-)
nos próximos posts falarei do antes, do durante e do depois.
deixo entretanto algumas notas:
- adorei a prova. desfrutei em toda a plenitude, quer nos momentos bons, quer nos momentos de dor extrema. dei-me todo a esta prova, nas 18 semanas de treino e no dia da "peleja". de peito aberto. cometi erros? sim. mas é assim que aprendemos. já levo 2 maratonas e tenho ainda muito (um mundo) para aprender. por isso já comecei a preparar a 3ª. tenho a certeza de que vou terminar mais uma maratona (para já penso na próxima, 1 de cada vez é claro). os objectivos serão definidos a seu tempo, com as pernas menos doridas ;-)
- superei os meus limites em níveis que nunca imaginara. nunca me passou pela cabeça não terminar. nos momentos de dor extrema e de grande dificuldade e sofrimento pensei em preservar a saúde, claro, e em que ia terminar a prova. muitas imagens, de muitas pessoas, me atravessaram o pensamento. deram-me muita força para prosseguir (sim a. paula: vocês, a filhota, a família, estiveram lá também - beijo grande).

- partilhei este trajecto com muitas pessoas, quer pessoalmente, quer através do blogue. essa é uma vitória que enalteço e que muito gozo me deu.

obrigado a todos.
duas palavras para terminar o relato da semana 18:
- conheci pessoalmente a ana p.
uma simpatia. cruzámo-nos antes, durante e no final da prova. é um exemplo de coragem e aceitou o desafio. não correu conforme desejava. ok. mas há muito mais à frente. e obrigado pela força e pela determinação e por tudo o que coloca na corrida, não fugindo à luta. ajuda-nos também a querer abraçar os novos desafios. esteve lá, lutou e vai voltar, e vai voltar a lutar. e assim é que vale a pena!

- para a cristina, rodrigo e andré. esta maratona, como todas as outras que vivemos diariamente, só fez sentido por vos ter. obrigado pelo sentido que dão às minhas lutas.
até breve
abraço
ab

7 comentários:

aprendiz disse...

que é possível dizer???
somente parabéns pelo objectivo cumprido, pela garra e pela determinação ;)
bj
TPD

Chalana disse...

És um exemplo. Quem me dera ser metade do que tu és como ser humano. Tentarei assimilar o que através das conversas e deste blog me vais ensinando. Obrigado por seres como és comigo. É um prazer enorme partilhar este caminho que é a vida contigo. Parabéns. Saudações benfiquistas : )

Rodrigo Silva disse...

Parabens !
"As feitas é que contam"
tenho um post no meu blog para ti
Abraço

PO disse...

Amigo Bento,
PROVA SUPERADA.

Amigo Blogger,
FICAMOS A AGUARDAR OS POSTS SEGUINTES.

Amigo Companheiro,
CONTAMOS CONTIGO PARA LONDRES.

César disse...

Parabéns.
És, sobretudo, um grande atleta da maratona maior, a da vida!
Adorei as fotos - Grande equipa, a tua!

Maria Sem Frio Nem Casa disse...

Parabéns António Bento!

Agradeço e retribuo as suas palavras.

E deixe-me dizer-lhe: o parágrafo com que termina a mensagem é simplesmente... lindo!

Parabéns!

Ana Pereira

Anónimo disse...

Sempre vale a pena conhecer e entender o Excel Profundo ! Parabens !!! :)