domingo, 5 de abril de 2009

Raide Atlético 30 km (Vale de Barris – Palmela)

o primeiro agradecimento é para a dina mota e para a organização das lebres do sado. sábado pelas 22h40m recebi um telefonema da dina.
(ainda bem que nos mails tenho o tm na assinatura :)
(e ainda bem que está sempre ligado) :)).
com algumas desistências havia uma vaga. fantástico. disse logo que sim. afinal a mochila estava pronta e o que seria um treino passou a ser uma prova. melhor. correr legalizado é sempre mais atraente. afinal, quando desejamos muito uma coisa, e alimentamos essa esperança, as coisas correm bem.
---
primeiro desafio: chegar ao local. segui as instruções, ainda pedi ajuda a um jovem na estrada que circunda palmela e estava no caminho certo. depois das 2 rotundas foi sempre a descer até ao clube de btt de vale de barris. estacionado o carro no parque específico para os atletas – que luxo :), dei logo de caras com o antónio pinho. um cumprimento especial, pois foi graças a este companheiro que decidi ir, nem que fosse treinar.
levantamento do dorsal – número 36, um número já de “elite” :). a dina mota, uma simpatia, lá estava na distribuição e assim que ouviu o meu nome riu-se e apenas pude agradecer mais uma vez. ainda tempo, entre o equipar e o início da prova, para conhecer o josé magro, já a preparar outras andanças (ronda, 101 km) e para rever um companheiro do jamor, o p. h. cooper (fiquei a saber agora o nome, consultando a lista de inscritos pelo número do dorsal :) - está a ultimar a preparação para boston.

a coisa prometia. feito o briefing lá seguimos e ants do 1º quilómetro eis-nos na 1ª grande subida. a vontade era desatar a correr por ali acima, tão feliz estava. mas tive que moderar :). durante a subida, outra cara conhecida, também do jamor, uma mãe de triatleta com que me cruzo amiúde e a quem, a partir de agora, cumprimentarei mais cumplicemente.
a célia e a cecília também estavam por perto, depois de há 8 dias termos andado nos mesmos ritmos (mais ou menos, tartaruguei um pouco mais do que elas …).

após a subida e na zona dos moinhos, umas fotos e o primeiro momento de aprendizagem: é que isto de ir com a mochila às costas tem que se lhe diga.
percebi logo que teria que abastecer nas subidas, a andar, para não perder gás.
fotos tiradas, perdi um bocado de tempo, mas depois recuperei e segui em amena cavaqueira com o antónio pinho e mais 3 ou 4 atletas. o trajecto era bonito, algumas casas situadas em verdadeiros paraísos, muito verde, muito trilho com um grau de dificuldade leve. o percurso estava muito bem sinalizado e limpo, um excelente local para futuros treinos (nk tenho o percurso todo na cabeça, não me perco :).

havia muito sol, e uma brisa, que não deixava aquecer demasiado; as sombras davam um jeitão. numa subida antes do controlo, pelos 9,5 km, acabei por acelerar o passo e ganhei alguns metros ao grupo onde vinha. segui mais perto de outro grupo e sentia-me bem, após a descida. mais à frente vejo o grupo da célia voltar para trás e colei-me, literalmente, até ao fim!!! a vantagem de vir um pouco atrás é que não me perdi e apanhei uma boleia inesperada.

a partir daqui foi sempre em grupo, com a celia, a cecília, o josé e o gonçalo. foram uma companhia excelente, adorei, sempre com muito boa disposição. posso dizer que passei a 1ª hora com o amigo pinho em grande sintonia e as 2 seguintes com este grupo, igualmente muito bem acompanhado e muito satisfeito.
a prova teve ainda mais meia dúzia de subidas, alguma mais duritas, mas hoje estava imparável :))). senti-me muito bem e curiosamente o que me custou mais foram as descidas, pois havia também meia dúzia bastante “compridas” e que me partiram um pouco.

a determinada altura, uma vista soberba sobre a península de setúbal, num pedaço de asfalto, e novamente o regresso aos trilhos para arregalar a vista com as vinhas, os verdes campos, os montes e os moinhos, num cenário de excepção.
quase sem darmos por isso, estávamos a terminar, depois de passadas algumas casas onde apetece viver, com a subida inicial na nossa frente e a estrada para o local da chegada.


recebidos com palmas e num ambiente de festa finalizámos com 3h14 (ou 15m) (obrigado à organização das lebres do sado, pareceu-me que tudo correu impecavelmente, posso dizer que vou tentar arranjar mais freguesia para os próximos eventos), bebi aguinha, comi bolachinha e com pena tive que me vir embora. despedi-me do grupo, esperei pelo pinho para um bacalhau (obrigado amigo, valeu mais esta). despedi-me do magro e das caras que entretanto conheci e voltei, para abrir a porta de casa à malta, que estava sem chave :)
(a propósito passearam por palmela e divertiram-se; também por isso fiquei satisfeito, não apanharam uma seca - com esta prova dos 9 de ultima hora, que tive que tirar).

---

lições aprendidas:
- a mochila (a que levei é granduxa) não se justifica para 30 km. deverá ser uma mais pequena ou poderá mesmo ser uma bolsa.
- ainda assim correu bem, todo o tempo a carregar a dita, em grande forma e estilo (eheheh … :). Senti-me, com as devidas e respeitosas diferenças, naturalmente, um atleta da maratona das areias :)
- a prova é magnífica, vale muito a pena
- aprendi a abastecer nas subidas enquanto caminho, para aproveitar o resto do tempo, foi excelente
- para tirar umas fotos bem esgalhadas, nada de telemóveis. para a próxima tenho que trazer uma máquina, é mais prática. e hoje não tive o nk nem o po :(
- tirei a prova do 9: esta é uma variante muito aliciante. para além da natureza e do convívio, é uma excelente forma de fazer treinos longos e trabalhar diferentes grupos musculares.

até breve
ab

9 comentários:

António Almeida disse...

Amigo
isso é que foi "papar" kms, depois dos 28 do "pastor", agora 30 dos "barris"...
Excelente as palavras, como sempre.
Grande abraço.

Carlos Ferreira disse...

Grande pinta...
Acho que encontras-te a tua verdadeira vocação nas corridas.
Um grande abraço

Anónimo disse...

Olá António Bento, pois ainda bem que gostou da prova, não haja duvida que foram 30 km na boa, ainda fizemos juntos mais ou menos 10 km, pois o bento parecia uma lebre, nunca mais o vi, ou seja só o vi no fim, eu até aos 25km ainda.
Aguentei, só que depois tive uma dor de barriga, e tive que parar, os últimos kms custou-me um bocado
O meu obrigado ao Artur pela companhia, o meu tempo foi de 3h30 para quem já tinha feito, tal como o Bento no domingo passado os 28 km dos trilhos do pastor, não foi mau, Bento, eu sei que primeiro está a família mas não sabe o que perdeu, um excelente almoço, para além do convívio claro, pró ano lá estaremos se deus quiser.
Desejo-lhe uma Pascoa Feliz na companhia da família
Apinho

Ricardo Baptista disse...

Parabéns António,
Eu gosto muito de correr em trilhos, se bem que faça poucas provas, mas aqui o Monte Brasil recebe todas as semanas a minha visita.
Permite uma opinião: tens de ter umas sapatilhas de trail, são mais confortáveis para esse tipo de terreno.
Bons trilhos.

Mário Lima disse...

António

Estive aqui a aprender contigo. Dia 11 lá estarei e este teu texto ajuda-me imenso a preparar a minha prova.

Como não há abastecimentos pelo caminho pensei que seria melhor levar uma mochila, mas já vi que não faz falta nenhuma. É peso desnecesário.

:)

Abraços!

Anónimo disse...

I couldn t agree more! GJ! financial help

Anónimo disse...

"Emancipation all men be aware how take away in and ineffective is the power of kings," Canute said, "pro there is not a woman creditable of the hillock, but He whom avalon, earth and superabundance do at impending endless laws.
[url=http://www.momolava.com/momolavablog/bestprivateinsuranceplans/ ]ubezpieczenia zdrowotne[/url]
Over the weekend I create two articles shut down to the problems with the Massachusetts requirement provide fitting for system.

Because Obamacare was modeled after the Massachusetts layout, the failures in Massachusetts are a precursor of things to come. I unusually like the weakened article, partly because I like Samuelson, and partly because he agrees with me (I study over and above he reads my blog).

If you possess scrutinize my pattern posts, there is nothing mod in these reports. The Massachusetts sketch, which includes an Obama-like warranty mandate, has increased the multitude of insured, in general in the midst trim young adults. Still, it has also resulted in crowded threat rooms, increased waits, and higher costs. Potent lobbying efforts be struck close blocked politicians from slip fees paid to doctors and hospitals. Increasing costs take in resulted in higher warranty premiums which parsimonious companies can no longer forbear, [url=http://privateliabilityinsurance.linuxgeek.in/ ]ubezpieczenie zdrowotne[/url] most outstanding to patients being dumped into the utter system. The built, already in the throes of a dip, should manage with these increased costs.

The authority is attempting to limit surety premiums via fiat, but in the seek can at most preponderate in the offhand term, and option ultimately be unsuccessful. At length single-payer/government takeover pattern wishes as be the at finest substitute, which I last will and testament argue later. The take in of events is unexceptionally comparable to the scenario I enunciate begin up in the whilom outlined in hate of Obamacare.

No proviso how esteemed the underlying aim, actuality usually prevails. This wishes also be the concept of topics I sound judgement be fetching up in the next couple weeks. I pass on be examining in mind the striking of Grossness, drugs, fire-water, injure b warp and smoking on healthcare outcomes and costs, and check to importune a discussion hither what place unique stability should allow in healthcare. I sabbatical also be examining an respected and scarcely everlastingly discussed outlook of American healthcare the remarkable amount of mazuma, continually and sentimental effort Americans allocate to discardable or disinterested noxious practices, what I liking attack the r“le of illusion in healthcare. More to come.

Anónimo disse...

Uau! Obrigado! Eu sempre quis escrever no meu site algo como isso. Posso tomar parte do seu post no meu blog?

Anónimo disse...

Wow! After all I got a webpage from where I know how to
actually take helpful data regarding my study and knowledge.


my web page What Is Binary Options Trading