terça-feira, 26 de agosto de 2008

Regresso às corridas?

hoje enviei uma mensagem de aniversário a uma companheira de corrida. recebi de volta uma pergunta: quando regressas às corridas?
já regressei ...
por forças várias ou falta delas :-) ainda não aos treinos a sério, como seria suposto.

mas seria mesmo suposto?
é que ando tão bem assim, a correr, por correr, sem preocupações, sem as algemas dos ritmos e do cronómetro ...
um destes dias e de forma natural voltarei a sentir a necessidade desse quadrado, das referências.
mas até lá, vamos indo ao sabor do corpo.

---

notei nalguns companheiros uma menor motivação para treinar para as maratonas.
talvez perceba: a vida tem muitas corridas e várias maratonas em poucos anos também cansam. a vontade vai voltar. mas a seu tempo, como um meio e não um fim.

---
ab

2 comentários:

Lénia disse...

Admiro esses companheiros que por aí correm com planos bem definidos,tempos e ritmos e FC em consonância.

Gostava de ser assim, mas não tenho disponibilidade intelectual nem emocional para isso.

Por isso imagino, que por vezes pode cansar. Eu corro sempre ao sabor do vento e quando entro no ritmo nunca me canso. A chatice é quando páro, e perco o ritmo.

Mas o que importa é a pessoa sentir-se bem: parada ou a mexer.
Eu não funciono parada, custa-me relaxar, descontrair, por isso quando a corrida sai da minha vida, entro numa fase depressiva.

Felizmente, sei qual o antídoto: prevenir lesões e continuar a mexer-me.

Beijinhos e desculpa lá o testamento.

Lénia

ana paula pinto disse...

Olá António

Que "inveja"...da vontade de treinar, claro.
Eu pr´aqui estou sem me apetecer fazer nadinha. Tenho saudades de fazer uma corridinha, mas a vontade?

Beijinhos
Obrigada pelas tuas palavras sempre positivas e gentis