sábado, 28 de novembro de 2009

Neblina - metereológica e mental

mantenho a regularidade de 2 treinos por semana.
no domingo, depois do treino escandinavo, fiz 1h20m na mata do jamor que menos conheço, o lado de cima, junto à carreira de tiro.
foi brutalmente BOM! o piso fresco sem estar encharcado, verde, muito verde, os raios de sol a espreitarem por entre as árvores - parecia um daqueles cenários de wallpaper ...

e hoje lá marcharam mais 50 minutos no meio de uma grande neblina matinal. frescote, com humidade mas muito agradável. foi muito ... devagar, como mandam as regras do plano de treinos de um tartaruga que se preze. cá vou andando (quase!, literalmente :)



são estes sem dúvida os treinos que sabem melhor.

por falar em "neblinas": a par da do tempo, existe outra muito mais grave. não é por ter passado 4 dias num país civilizado, porque o sentimento já cá estava. mas parece que regressamos mais alerta:
os atrasados mentais, os que sofrem de neblina mental - estes sim os verdadeiros imbecis, os que deviam pagar mais impostos por estupidez e falta de civismo, por deixarem os carros continuamente estacionados, ora em cima das passadeiras, ora nos passeios.




façamos apenas este exercício: enquanto atletas, já temos por vezes dificuldades em correr nos passeios apinhados. imaginemos então, cidadãos com problemas de mobilidade e que necessitam do recurso a uma cadeira de rodas ou cidadãos invisuais.



resultado?

vamos alertando e mantendo os olhos abertos. é a única forma de assegurarmos alguma sanidade mental e não morrer estupidicados e imbecis como esses tais!

amanhã há mais corrida!

ab

3 comentários:

Joaquim Ferreira disse...

Olá Amigo José Bento!

Esses treinos pelas matas do Jamor devem ser extremamente salutares, e "tartaruga" que se prese, como diz, tem de ir caminhando ...!

Quanto aos estacionamentos em cima de passeios e passadeiras, os Srs. Automobilistas não têm culpa, se a Polícia passa e " NÃO VÊ " ..., ou serão viaturas de "Amigos e/ou Clientes de Luvas? " .

Entrámos na "bandalheira" !!!

Um abraço!

Bons treinos!

Zen disse...

Joaquim Ferreira

Devia provar a suspeição que tem sobre esses funcionários do Estado, é que as suas acusações são muito graves! "Luvas", "clientes" e "amigos", deixam no ar a ideia de que o Sr. Joaquim de alguma forma já foi "vítima" de alguma vilania destes "bandidos de farda". Os impolutos são mesmo os "Srºs automobilistas que não tem a culpa" de viver numa sociedade em que a cultura da responsabilidade é tão medíocre que produz afirmações como a sua absolvendo os verdadeiros irresponsáveis.
Peço desculpa ao AB por produzir aqui um comentário que se desvia do sentido da sua mensagem, contudo não posso ficar indiferente enquanto cidadão a um comentário que ofende uma classe profissional que faz, com as enormes dificuldades que se conhece, tudo( mesmo dentro deste contexto de responsabilidade medíocre) para defender o bem comum. A generalização é o pior dos preconceitos Sr. Joaquim. Quando faz estas afirmações deve prová-las, sob pena que depois não se possa defender de um comportamento infame.
Efectivamente do que mais precisamos é de uma cidadania activa, responsável, crítica e construtiva, atitude que o AB corporizou.

RuiRuim disse...

ainda hoje estive quase para passar por cima de um carro. qualquer dia...