quinta-feira, 13 de dezembro de 2007

Carlos Ferreira

hoje "tirei" a tarde para assistir à festa de natal do rodrigo, a sua 1ª no 5º ano do ciclo preparatório (agora chama-se 2º ciclo).
e aproveitando o tempo desde a hora do almoço acabei por ir lendo alguns dos posts desde o nascimento do blogue.
e agora quero deixar um post para o carlos ferreira (fica a verde em homenagem ao seu sportinguismo - que não acho muito convicto,mas enfim ... ainda lhe trago uma proposta de sócio).

conheço o carlos há muitos anos num contexto próximo mas diferente do da corrida.
é, como se convenciona chamar, uma "boa pessoa". porreiro, amigalhaço, solidário, são.
para além de todos estes atributos, é um moço culto, atento e intelectualmente estimulante.
desde que inciámos um caminho conjunto nas corridas (talvez em 2004 na meia maratona de setúbal) já partilhámos (atenção: para que não persistam equívocos - o carlos anda cerca de 1 minuto por quilómetro mais rápido do que eu na maratona) situações caricatas em treino e em prova, duras metas em treino e em prova, condições adversas em treino e em prova.
o fim de semana da maratona do porto foi muito agradável, também, porque o carlos esteve connosco o tempo todo.
diz-se que as crianças separam intuitivamente as boas pessoas das manhosas. o andré, intuitivamente também, e porque o carlos tem um jeito especial para lidar com crianças, adoptou-o. ficou fãn do "minino".
e divertiu-se bastante na companhia do carlos.
isto poderia dizer tudo o que penso do carlos. mas ainda falta.
é que não conheço maluco mais perseverante no que toca à corrida. motiva-nos imenso e dá-nos muita força com o seu exemplo. não conhece limites para os sonhos que tem e apoia-nos a todos na concretização dos nossos sonhos.
o carlos é imprescindível!
gosto do carlos, da companhia do carlos e sou mais feliz porque devido à corrida passei a desfrutar mais de algum do tempo do carlos e da partilha de mais momentos das nossas vidas.
obrigado carlos.
ab

1 comentário:

PO disse...

Em dia de Assembleia Geral (Jantar) da GAFE este elogio público ao "Presidente da GAFE" (Carlos Ferreira)pode ser mal interpretado...mas neste caso sabemos que o elogio é sincero e sentido...isto porque...é partilhado por outros membros da GAFE. Obrigado Carlos.